Candidato ao Senado por São Paulo participa de greve geral na França

Dirceu Travesso (PSTU) estará na Europa apoiando a mobilização dos trabalhadores por aposentadoria e dos direitos trabalhistasA greve geral na França desse dia 23 teve a presença do candidato do PSTU ao Senado por São Paulo, Dirceu Travesso, que visita o país em solidariedade aos trabalhadores franceses, que estão em luta para tentar impedir mais uma reforma da previdência.

O candidato argumenta que a solidariedade com os trabalhadores europeus, principalmente com os franceses, no momento em que Sarkozy pretende aumentar a idade para a obtenção da aposentadoria, é muito importante.

De acordo com Travesso, com o nível de endividamento do Brasil, o próximo governo tentará fazer outra reforma da previdência, atacando ainda mais os direitos dos trabalhadores, como já foi anunciado pela campanha da candidata Dilma Rouseff (PT), que lidera as pesquisas de intenção de voto.

Travesso explica que as tentativas de vários países europeus em reduzir direitos trabalhistas e dificultar a obtenção de aposentadorias são sinais de que a crise econômica, iniciada em 2008, ainda não produziu todos os seus efeitos. “Os Estados deram milhares de dólares para os bancos e ao sistema financeiro internacional. Isso aconteceu na Grécia, na Espanha, na França, agora querem jogar a conta nas costas dos trabalhadores”, disse, e concluiu: “A mesma situação pode acontecer no Brasil”.

Além da participação da greve geral na França, ele visitará organizações de trabalhadores e estudantis.