Bancários realizam encontro nacional alternativo

Bancários de todo o país realizaram, no último dia 26, o Encontro Nacional Alternativo. Estiveram presentes 100 bancários de 22 bases sindicais e 13 estados.

Trabalhadores da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e dos bancos privados se dividiram em grupos e debateram seus problemas e reivindicações. Ao final, houve uma plenária para votar resoluções políticas e de estratégia da campanha, além das pautas.

Os sindicatos que participaram do Encontro (Maranhão, Rio Grande do Norte e Bauru) irão realizar assembléia para aprovação da pauta no dia 6 de agosto e farão o lançamento da campanha salarial no dia oito.

As Oposições poderão debater nos locais de trabalho essas pautas e realizar votações para aprovação das mesmas, como fizeram os bancários do Banco do Brasil do Rio. Eles realizaram uma assembléia na porta de uma das concentrações do banco e votaram o apoio à pauta do Movimento Nacional de Oposição Bancária. Caso os sindicatos da CUT chamem assembléia para deliberar sobre a pauta, temos que disputar essas assembléias com nossa pauta alternativa.

Além da luta pela defesa dos bancos públicos, o congelamento dos preços dos alimentos e o não pagamento da dívida pública, foram aprovadas várias pautas específicas. Entre elas:

– Reposição de todas as perdas;
– Gatilho para reajustar automaticamente os salários quando a inflação chegar a 3%;
– Fim da mesa única da Fenaban;
– PLR de 25% do lucro distribuídos de forma linear para todos os bancários, inclusive os que estiverem afastados por Licença Saúde;
– Fim das metas e do assédio moral e sexual;
– Fim do banco de horas e pagamento de hora extra com 100% para todos;
– Estabilidade para os bancários da Fenaban;
– Isonomia para os bancários do BB e da CEF;
– Piso salarial do Dieese – R$ 1.920,00.

Post author Wilson Ribeiro, de São Paulo (SP)
Publication Date