Atos lançam Campanha pela Anulação da Reforma da Previdência

Depois de a CPI dos Correios admitir que houve o mensalão, cresce a luta para anular a reformaOs servidores estaduais do Rio de Janeiro, em luta pela reposição salarial e contra o arrocho imposto pelo governo Rosinha/Garotinho, farão uma grande manifestação no dia 12 de abril, em frente ao Palácio Guanabara. No momento em que a CPI dos Correios confirma a existência do mensalão na aprovação dos projetos do governo, como a reforma da Previdência, a Conlutas estadual aproveitará o ato público para fazer o lançamento da “Campanha pela Anulação da Reforma da Previdência”, divulgando o abaixo-assinado, panfletos e adesivos.

Ato lança campanhaem Curitiba
O ato ocorreu no dia 10 de abril, no centro da cidade. Além dessa campanha, a Conlutas também lançou a outra, pela valorização do salário mínimo. Abrindo espaço entre os painéis da Conferência da ONU sobre o Meio Ambiente, a Conlutas chamou atenção com uma forte agitação política, com carro de som e distribuição de panfletos. Foi instalada uma banca para coleta de assinaturas pela anulação da reforma. Em menos de três horas, foram recolhidas aproximadamente 130 assinaturas.
Post author Da redação
Publication Date