Associação de aposentados repudia atitude de ministro da Previdência

Luiz Marinho atropelou três aposentados na tarde desta quinta-feiraA Admap (Associação Democrática dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas) de São José dos Campos, SP, repudia a atitude do ministro da Previdência, Luiz Marinho, que na tarde de quinta-feira, 19 de abril, atropelou aposentados que protestavam contra o reajuste de 3,3% à categoria.

Três aposentados ficaram feridos após o ministro autorizar o motorista a avançar sobre o grupo, que se manifestava em frente do Ministério da Previdência Social. Antes do incidente, Marinho não quis nem ouvir as reivindicações dos manifestantes.

Esse fato, vindo de um ministro que está no cargo há menos de um mês e que é ex-presidente da CUT, mostra o desrespeito do governo Lula com os aposentados. Se não bastasse o reajuste pífio de 3,3% (enquanto mínimo foi reajustado em 8,57%), um ministro comete uma agressão covarde dessas contra um grupo de idosos, que, democraticamente, faziam suas reivindicações.

A Admap mantém sua exigência por um reajuste igual ao concedido ao salário mínimo este ano, a recuperação de todas as perdas (que chegam a mais de 70%) e o cumprimento do Estatuto do Idoso. A entidade, que é filiada à Conlutas (Coordenação Nacional de Lutas), ainda reforça sua firme posição contra a reforma da Previdência, em trâmite no governo Lula.