Servidores Públicos Federais de São Paulo rompem com a CUT

Congresso do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal de São Paulo aprova a desfiliação da Central governistaO 13º Congresso do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal de São Paulo (Sindsef-SP), realizado nos dias 10, 11 e 12 de setembro, aprovou por maioria absoluta sua desfiliação da Central Única dos Trabalhadores. É o primeiro sindicato estadual de São Paulo que abandona a Central governista.

Durante os três dias do Congresso realizado na cidade de Nazaré Paulista, os servidores públicos chegaram à conclusão de que o caminho trilhado pela CUT não tem mais volta, e de que é hora de partir para a construção de uma nova alternativa de luta dos trabalhadores contra os ataques do governo.

Integrar e fortalecer a Conlutas

Durante o Congresso, os servidores participaram de intensos debates sobre a desfiliação, com debatedores de várias correntes e opiniões, convidados pela diretoria do sindicato.

Nos grupos de trabalho, a oposição, capitaneada pela corrente O Trabalho, não conseguiu nem 20% dos votos necessários para levar à plenária final a proposta de permanecer na CUT.

Já na plenária final foi votado se o sindicato iria abrir a discussão na base ou se iria romper com a CUT. Como a discussão no Congresso foi exaustiva, assim como a experiência dos servidores com a Central já é um fato, decidiu-se pela imediata desfiliação à CUT, e pela integração oficial à Conlutas, seguindo a trilha de muitos outros sindicatos
Post author
Publication Date