Queremos Vera nas entrevistas e pesquisas de opinião

Ato de pré-lançamento da candidatura Vera e Hertz. Foto Romerito Pontes

Há um boicote da grande imprensa à pré-candidatura da Vera à Presidência da República. A militante do PSTU não foi convidada até o momento para o programa Roda Viva, da TV Cultura, que vem realizando entrevistas com os demais pré-candidatos. Assim como não foi convidada para a sabatina organizada pelo UOL, SBT e Folha de S. Paulo, nem para entrevista no programa Band Eleições, da TV Bandeirantes, entre outros grandes veículos de comunicação.

Os institutos de pesquisas também atuam para invisibilizar Vera. Mesmo sabendo que ela é pré-candidata, não incluem seu nome nas pesquisas eleitorais. Essa atitude, além de antidemocrática, é um desrespeito aos eleitores que têm negado o seu direito à informação e a conhecer as propostas de todos os pré-candidatos.

“Eles boicotam nossa pré-candidatura porque somos a única chapa operária, negra e nordestina. Porque apresentamos um programa anticapitalista, que faz um chamado à rebelião, que orienta os trabalhadores a se organizarem para derrubar os ricos e os poderosos, a organizar a luta em comitês populares e construir um governo socialista, verdadeiramente dos trabalhadores”, diz Vera.

BORA LÁ

Furar o bloqueio e chamar a rebelião

Pré-candidata do PSTU à Presidência, Vera. Foto Romerito Pontes

O PSTU vai iniciar uma campanha nas redes sociais exigindo a participação de Vera nas entrevistas e que seu nome seja incluído nas pesquisas de opinião. O partido também vai entrar com ação jurídica no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) questionando a postura antidemocrática dos veículos de comunicação e dos institutos de pesquisas.

“Pedimos que nossos apoiadores entrem na campanha com a gente. Precisamos furar o bloqueio da grande mídia e romper a invisibilidade que os institutos de pesquisas estão praticando”, explica Vera. “As regras eleitorais não são democráticas, e os veículos de comunicação que tanto pregam a liberdade de imprensa e o direito à comunicação também atuam de forma antidemocrática. Isso é um absurdo”, questiona.

VAMOS NOS REBELAR

Entre nessa campanha

Entre na campanha e ajude a espalhar o nosso chamado à rebelião compartilhando os vídeos da Vera e do Hertz nas redes sociais. Para receber todos os vídeos e textos em seu celular e compartilhar com os seus contatos do WhatsApp, basta mandar uma mensagem para o número abaixo. Vamos juntos lutar por um projeto socialista para o Brasil!

ZapZap (11) 94101-1917