PT e o capitalismo verde

    Os governos do PT vão entrar para história como os maiores defensores dos interesses de grandes empresas que exploram recursos naturais, especialmente da Amazônia. Para isso, contaram com a ajuda da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que os povos da floresta conhecem muito bem. Não como a defensora da Amazônia como ela diz ser, mas sim como defensora de projetos do grande capital. Com ela, o governo Lula criou a lei que arrenda a mata amazônica para grandes madeireiras, a Lei de Concessão de Florestas Públicas.
    Nos governos do PT foram aprovadas mudanças no Código Florestal que vão beneficiar o agronegócio, e os grandes projetos hidroelétricos na Amazônia, como a Usina de Belo Monte. Soma-se a isso o fato do governo ter empurrado goela abaixo, sem discussão com os extrativistas, o Sistema Nacional de Unidade de Conservação (SNUC). O SNUC impôs um  “conselho gestor”  nas Reservas Extrativistas, que eram antes auto-gestionadas. Também preparou o terreno para as políticas do “capitalismo verde”, como a exploração de madeiras nestas reservas. Assim, os governos petistas comprovaram que qualquer projeto de desenvolvimento capitalista é totalmente “insustentável” com a preservação do meio ambiente.

    Post author
    Publication Date