Protestos pelo mundo exigem libertação dos presos de Caleta Olivia

Neste final de semana, completam-se seis meses da prisão dos companheirosNestes seis meses, muitos recursos jurídicos foram apresentados e todos foram negados sob os mais absurdos argumentos, comprovando que estamos mesmo diante de uma perseguição política ordenada pelas multinacionais do petróleo que atuam na Argentina.

Por isso, prosseguir com a campanha de solidariedade operária e democrática nacional e internacional é fundamental.

No dia 26 deste mês, em Barcelona, na Espanha, será realizado um festival-concerto pela libertação dos prisioneiros de Caleta Olivia. Na Argentina, a Frente Operária e Socialista (FOS) está conseguindo atender econômica e politicamente as famílias de todos os presos. Está sendo preparada uma grande marcha, para o dia 24 de março, junto aos tradicionais protestos pelos direitos humanos, que se realizam todos os anos no aniversário do golpe militar.

No Brasil, as companheiras da Secretaria de Mulheres do PSTU levarão cartazes e panfletos durante a passeata do Dia Internacional da Mulher (8 de março), pedindo a liberdade das companheiras presas em Caleta.

Também se preparam manifestações nas jornadas de mobilização contra a ocupação do Iraque em 19 e 20 de março. Agora o processo está na Corte Suprema de Rio Gallegos, capital de Santa Cruz. É importante que cheguem lá os pedidos de exigências pela liberdade. O endereço eletrônico é: Tribunal Superior de Justicia de Santa Cruz, Dr. Ricardo Alberto Napolitani, [email protected]

  • Visite o especial Caleta Olivia e mande uma mensagem pela libertação dos presos

    Post author
    Publication Date