Preparar mobilizações contra as reformas

A construção do 1° de Maio combativo e classista é parte de um calendário de lutas para derrotar a reforma do governo. Após as manifestações do Dia do Trabalhador, o próximo passo será organizar a Jornada Nacional de Mobilização no dia 23, quando vamos sacudir o país com greves, ocupações de terra, bloqueios de estrada e mobilizações de rua.

Muitas categorias em campanha salarial já estão marcando seus dias de mobilização para 23 de maio. Trabalhadores de muitas empresas estão planejando parar. Outros vão fazer assembléias em portas de fábricas para atrasar a entrada no serviço por uma ou duas horas. Em outros locais, os trabalhadores planejam um “dia de vermelho”, em que todos iriam para o trabalho vestidos com roupas desta cor. Os jovens pensam em parar as escolas ou fazer mobilizações de rua.
O fundamental é garantir mobilizações em todas as categorias, para avançar na luta contra as reformas e preparar, para o segundo semestre de 2006, uma grande marcha à Brasília. Vamos à luta!

Post author
Publication Date