Preparar a luta contra os ataques do governo e da oposição de direita

Agora, depois das eleições, o PSTU chama os trabalhadores e a juventude a não depositar nenhuma confiança nos candidatos eleitos. Mais do que nunca, só a luta muda a vida.

É preciso tomar o exemplo dos bancários, que em plena campanha eleitoral, iniciaram sua greve nacional. Mesmo contra as direções sindicais, a imprensa, o governo, os bancários não esperaram simplesmente as eleições. Foram à luta direta pelas suas reivindicações e mantiveram sua greve por 30 dias.

Neste momento, é necessário preparar uma mobilização nacional contra as reformas neoliberais e as negociações da Alca que serão retomadas. A grande marcha a Brasília que será realizada no dia 25 de novembro, contra o governo, é um passo importante nessa perspectiva.

Todos a Brasília!
Post author
Publication Date