PE: Somos todos Rodoviários! A greve deve continuar!

Todo apoio à greve dos rodoviários

Trabalhadores rodoviários de Recife e região estão parados desde o dia 3 de julho. Leia nota divulgado pelo PSTUO lucro das empresas de ônibus é muito alto, mas motoristas e cobradores da região metropolitana de Recife sofrem com baixos salários, jornadas de trabalho acima de oito horas e com um ticket refeição de menos de cinco reais por dia. Além desses problemas, são os trabalhadores que pagam os prejuízos causados pelos constantes assaltos aos ônibus.

Nessa situação, o Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco defende os interesses da patronal e trai a categoria, achando boa a proposta das empresas. Além disso, os trabalhadores que se levantam contra esses interesses são tratados de forma truculenta pelo sindicato.
Por todos esses motivos, o PSTU apoia o movimento grevista e exige do governo uma intervenção que favoreça a categoria e que a patronal atenda as reivindicações dos trabalhadores.

A greve dos rodoviários foi decretada no dia 3 de julho, após a categoria negar uma proposta realizada pelos donos das empresas. A patronal ofereceu um reajuste de 8%, mas a categoria reivindica 30% de amento. Atualmente, os motoristas de ônibus recebem um salário de apenas R$ 1.395, os cobradores ganham R$ 643 e os ficais R$ 903.

Ainda hoje, dia 4 de julho, acontece uma assembleia para definir os rumos do movimento paredista. O encontro será às 14h na sede do Sindicato dos Rodoviários.

O PSTU está ao lado do Comando de Mobilização de Base dos Rodoviários e defende:

  • Fora Patrício!
  • Reajuste salarial de 30%
  • Ticket de refeição de R$ 200
  • Eleição da comissão de base para negociação com patronal