O significado dos primeiros meses com Dilma

Dilma Rousseff completou 100 dias de governo. Ela tem o apoio da maioria dos trabalhadores e jovens do país. E fez uma campanha com promessas sobre “acabar com a miséria”. Mas queremos alertar aos trabalhadores que o que vimos até agora aponta no sentido contrário: aumenta a miséria dos trabalhadores e os lucros dos banqueiros.

Dilma fez o maior corte de Orçamento da história: R$ 50 bilhões. Isso significa diminuir R$ 5 bilhões do programa Minha casa, Minha Vida, R$ 3 bilhões da Educação, R$ 1 bilhão da Saúde. O reajuste do salário mínimo menor que a inflação (-1,3%), pela primeira vez em muitos anos.

Por outro lado, Dilma aumentou três vezes a taxa de juros, que passou em seu governo de 10,75% para 12% ao ano. Ou seja, Dilma está aumentando ainda mais os juros no Brasil, que já é o maior do mundo. Os trabalhadores vão sentir isso nos juros dos empréstimos, no cheque especial, no cartão de crédito…

Agora a imprensa anuncia a possibilidade de uma nova reforma da Previdência, que pode significar um novo ataque à aposentadoria.

Mais dinheiro para os banqueiros, cortes nas verbas sociais e salário mínimo menor… Dilma, isso é o oposto do que você prometeu na campanha.
Exigimos do governo que recue dos cortes no Orçamento e deixe de pagar a dívida aos banqueiros para investir em saúde e educação.

José Maria de Almeida, o Zé Maria, é presidente nacional do PSTU e foi candidato a presidente nas últimas eleições

Post author Zé Maria*
Publication Date