O que propõe a LIT

Para nós, a construção de uma direção revolucionária mundial significa, como primeiro passo, a reconstrução da IV Internacional, a organização fundada por Trotsky em 1938, em alternativa ao stalinismo e como embrião dessa direção. Nossas propostas centrais podem resumir-se em poucas linhas:

1 – Para acabar com a exploração, a fome e a miséria a que o capitalismo imperialista submete o mundo, é necessária uma revolução mundial, primeiro passo para a construção do socialismo.

2 – Esta revolução se inicia em nível nacional com a tomada do poder pelos trabalhadores, a destruição do Estado e das forças armadas burguesas e a construção de estados de novo tipo (Estados operários).

3 – É imprescindível estender a revolução em nível mundial, tomando o poder nos países centrais capitalistas até derrotar definitivamente o imperialismo. Caso contrário, o imperialismo seguirá com sua força econômica e militar, com capacidade de isolar, debilitar e, finalmente, derrotar qualquer Estado operário que surja. Por isso, não existe nenhuma possibilidade de construir o “socialismo em um só país” (ou em alguns países), como sustentou o stalinismo e suas diversas variantes. Como mostra a experiência histórica, esta política levou à derrota de todos Estados operários.

4 – Ao mesmo tempo, é necessário construir partidos revolucionários nacionais com centralismo democrático, como parte de uma organização revolucionária mundial que seja capaz de impulsionar conscientemente o processo de organização e lutas dos trabalhadores e das massas.

5 – A tarefa de construir uma direção revolucionária mundial não pode ser levada adiante sem combater permanentemente todas as direções frente populistas, nacionalistas burguesas, reformistas ou “socialistas burocráticas”, que tratam de desviar a lutas dos trabalhadores e das massas até um beco sem saída.

Por isso, neste 1º de Maio, ao mesmo tempo em que apoiamos todas as lutas dos opressores contra os oprimidos, queremos dizer aos trabalhadores e aos povos do mundo que a mais imprescindível de todas as tarefas é a reconstrução da IV Internacional.

Com base nessa proposta, a LIT e o Centro Internacional do Trotskismo Ortodoxo (CITO) decidiram reunificar-se no próximo Congresso Mundial da LIT (março de 2008). E o PdAC (Partido da Alternativa Comunista) votou em seu congresso de fundação o ingresso à nossa organização internacional. Outras organizações estão discutindo com a LIT na Argentina, na América Central e em outros países do mundo. São os primeiros passos de uma política cujo objetivo é a reconstrução da IV Internacional. A LIT se compromete a por todas suas forças a serviço dessa tarefa e chama a todos os revolucionários do mundo a somarem a essa tarefa.

Viva o 1º de Maio!
Viva a lutas dos trabalhadores e os povos do mundo!
Viva a revolução socialista mundial!
Pela reconstrução da IV Internacional!

Post author www.litci.org
Publication Date