Notas

PÉROLA
“Eu, perto do Lula, sou comunista. Eu não teria tanta vontade de defender os bancos e as multinacionais como ele defende ”

PAULO MALUF,
explicando a aliança com o PT em São Paulo e a célebre foto entre ele, Lula e o candidato petista à prefeitura, Fernando Haddad Folha de S. Paulo, 26/06/2012.

QUEBRAR O PAÍS 1? – “Isso [10% do PIB para a educação] coloca em risco as contas públicas. Isso vai quebrar o Estado brasileiro”. Palavras do ministro Guido Mantega, um dos responsáveis por destinar bilhões em “incentivo” para banqueiros e empresários.

QUEBRAR O PAÍS 2? – Só no governo Dilma foram oito pacotes de “estímulos” que, juntos, somaram R$ 102 bilhões, segundo o jornal O Globo. Mesmo assim, as empresas reduziram o ritmo de contratação em até 74% este ano.

NA CADEIA
Após quinze meses de discussões, o Tribunal Oral Federal 6 da Argentina condenou o ditador Jorge Rafael Videla por “subtração, retenção e ocultamento” em vinte casos de filhas e filhos de desaparecidos durante a última ditadura do país. Além disso, o tribunal definiu o roubo de crianças como um plano sistemático, produto de uma prática organizada desde a cúpula do poder militar. As “Avós da Praça de Maio” e as famílias seguem buscando os netos que ainda não recuperaram suas identidades. Enquanto isso no Brasil…

DESCONFIANÇA
A maioria da população não confia na polícia. É o que revela a pesquisa sobre a percepção social da segurança pública realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo o estudo, 62,5% da população não confia na PM e 61,4% não confiam na Polícia Civil. Para 53,5% da população, os policiais não respeitam os direitos dos cidadãos e para 63,5% as forças policiais tratam as pessoas com preconceito. A pesquisa ainda indicou que 23,8% da população acredita que a desigualdade social é a principal causa da criminalidade social.

PEDE PRA SAIR
Uma multidão pediu a renúncia do novo governante de Hong Kong, Leung Chu-ying, no seu primeiro dia de mandato. O protesto foi realizado no último dia 1° e estragou a festa preparada pela ditadura burocrática chinesa, que comemorava os 15 anos da volta de Hong Kong para o domínio da China. Fotos das manifestações mostram uma gigantesca passeata que percorreu as ruas da cidade. Os manifestantes carregavam um caixão, que simbolizava a morte da democracia. Não faltaram bumbos que animaram a passeata durante todo percurso.

POBREZA PROIBIDA
No dia 28 de junho, a imprensa de São Paulo noticiou que o prefeito Kassab planejava proibir a distribuição de sopas aos moradores de rua em via pública. E mais, ameaçava enquadrar “administrativa e criminalmente” as instituições filantrópicas que insistirem em distribuir o chamado sopão nas ruas da cidade. O prefeito, aliado do PSDB, quer proibir a pobreza em São Paulo. Esse é mais um capítulo da política higienista e elitista do prefeito que vem promovendo uma sistemática perseguição aos moradores de rua. Kassab elegeu os miseráveis como seus principais inimigos. A desastrada ação na Cracolândia, realizada junto com o governo tucano de Alckmin (que, por sua vez, realizou o massacre do Pinheirinho), mostrou que a política social de Kassab é a do porrete.

Post author
Publication Date