Nota pública do PSTU-SE sobre a situação do transporte público em Aracaju

Vera Lúcia foi candidata a prefeita e ficou em terceiro lugar na última eleição

Em Aracaju (SE), PSTU defende a municipalização da empresa de transporte VCAA apreensão de 66 ônibus da empresa Viação Cidade de Aracaju (VCA), no último dia 16, é apenas a ponta do iceberg do caos que está o sistema público de transporte em Aracaju. As empresas preocupam-se apenas com o lucro, enquanto isso, a população sofre com a falta de transporte de qualidade. Os ônibus são velhos, sucateados, superlotados e o preço da tarifa elevado. Pagamos a segunda maior tarifa em todo nordeste e temos um dos piores serviços da região.

A VCA lucra transportando os trabalhadores e a juventude em verdadeiras sucatas. Não contente, impõe aos trabalhadores péssimas condições de trabalho e não cumpre os direitos trabalhistas. Se a Justiça do Trabalho fizer um operativo vai encontrar as mesmas irregularidades em outras empresas. Hoje, os empresários obrigam motoristas, que também são cobradores, a tirar as mãos do volante para passar o troco aos usuários com o veículo ainda em movimento. Aumento da exploração para manter a taxa de lucro elevada.

Na maior cara de pau, os empresários estão solicitando o reajuste da tarifa para R$2,52. Pagar R$2,25 já é um absurdo. É um assalto. A Prefeitura deve negar esse reajuste e apresentar um plano de melhorias do serviço de transporte.

Transporte público de qualidade é um direito da população. Esse direito deve ser garantido pelo poder público municipal. O que ocorre é que a Prefeitura transfere o serviço para as empresas privadas. Contudo, os empresários não estão preocupados com a qualidade do serviço, e sim com o lucro. Por isso, defendemos que o serviço de transporte seja municipalizado.

Com a municipalização, o objetivo deixa de ser o lucro e passar a ser garantia de um serviço de qualidade, com o aumento da frota, melhores condições de trabalho e salários aos motoristas e cobradores, e redução da tarifa, garantindo uma tarifa social.

Enquanto as empresas privadas monopolizarem o serviço de transporte público, a população continuará padecendo com o péssimo serviço. Não podemos deixar que o lucro se sobreponha a um direito básico da população. Por isso, o PSTU exige que o prefeito João Alves Filho (DEM) municipalize o serviço e comece esse processo municipalizando a VCA. Pois, a licitação não passa de uma falácia, de um paliativo que manterá o controle do serviço de transporte na mão dos mesmos grupos empresariais.