No Nordeste, ato e panfletagens repercutiram na imprensa

Em Ipiaú (BA), o PSTU fez uma grande panfletagem junto a 600 trabalhadores do ramo de mineração que estavam em greve há três dias. O panfleto trazia informações sobre a exploração que as multinacionais impõem aos trabalhadores, além de temas como saúde no trabalho, entre outros.

Junto ao panfleto, foram denunciadas as cinco mentiras do Governo Lula – transposição do rio São Francisco, pagamento da dívida externa, flexibilização dos direitos, PAC e acesso à universidade. Aproveitando a data, os militantes pediram que o material fosse lido nas rádios locais, sendo usado pelas emissoras FM Ipiaú e Rádio Livre.

Em Recife (PE), unificaram-se trabalhadores dos correios e professores municipais para a realização de um ato que reuniu cerca de 500 pessoas. Os dois setores encontram-se em greve no dia. Também participaram ativistas dos movimentos popular e estudantil.

A imprensa local repercutiu a atividade. Segundo Guilherme onseca, do PSTU de Recife, o ato “fortaleceu a Conlutas como pólo principal da reorganização”.

Colaboraram Lucas Bonina, de Ipiaú (BA), e Guilherme Fonseca, de Recife (PE)