Movimento Aquilombar lança campanha em defesa do Quilombo Kingoma 

Roberto Aguiar, de Salvador (BA)

O Movimento Aquilombar lança campanha em defesa do território do Quilombo Kingoma. O evento acontecerá no próximo dia 23 (sábado), a partir das 14h, no Espaço de Capoeira Filhos de Angola, em Itinga, Lauro de Freitas (Rua do Carmo, 26, em frente ao residencial Dona Lindu).

O governador Rui Costa (PT) e a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT) estão querendo reduzir nosso território para 20% do seu tamanho atual. Hoje, 579 famílias vivem em uma área de 1.200 hectares. A proposta é reduzir o território do quilombo para apenas 300 hectares, o que não engloba nem 200 famílias. Ou seja, eles querem destruir com o quilombo. Só nos resta lutar e resistir”, afirma Dona Ana, presidente da Associação Quilombola Kingongo do Quilombo Kingoma.

De acordo com a liderança quilombola, a comunidade está sendo pressionada a aceitar a proposta. “Já fui ameaçada de morte. Já tive minha casa invadida e todos os meus móveis destruídos. Agentes infiltrados tentam dividir a comunidade, realizando reuniões sem legitimidades e fazendo falsas promessas aos quilombolas”, pontua Dona Ana.

Vander Bispo, ativista do Movimento Aquilombar, explica o objetivo da campanha. “Hoje, infelizmente, a maioria das entidades do movimento negro está do outro lado da trincheira. Isto é, estão ao lado do governo estadual. Por isso, fecham os olhos para a situação do Kingoma. Resolvemos fazer essa campanha para quebrar essa barreira, mostrar para a sociedade todos os ataques e perseguições que a comunidade de Kingoma vem sofrendo. Não podemos nos calar”, ressaltou.

Segundo o ativista do Movimento Aquilombar a intenção é que a campanha ganhe apoio de entidades e movimentos sociais de todo o Brasil. “Vamos lançar um manifesto nacional em defesa do Quilombo Kingoma organizado pelo Movimento Aquilombar, com o apoio da Central Sindical e Popular – Conlutas. Vamos sair dos limites da Bahia, vamos compartilhar esse manifesto e solicitar assinatura de entidades e movimentos sociais de todo o país. Vamos mostrar que nem todos os movimentos tem rabo preso com o governo estadual, tem aqueles que lutam e resistem, nós somos desse time”, destaca Vander Bispo.

Além do manifesto nacional, a campanha em defesa do Quilombo Kingoma contará com vídeos, cartazes, adesivos e duas cartilhas (uma para o público adulto e a outra infanto-juvenil) com a história do quilombo.

SERVIÇO
Lançamento da campanha em defesa do Quilombo Kingoma
– Realização: Movimento Aquilombar
– Data: 23/11/ 2019 (sábado), a partir das 14h
– Local: Espaço de Capoeira Filhos de Angola (Rua do Carmo, 26, em frente ao residencial Dona Lindu, em Itinga – Lauro de Freitas)