Metalúrgicos: deputados participam de ato contra demissões de diretores sindicais

Quando fechávamos essa matéria, já fazia 30 dias que o metalúrgico e dirigente sindical Rogério Romancini (maquinista) e o também diretor Luiz Carlos da Silva, o Biro-Biro, se mantinham acampados na portaria da Volkswagen, no ABC, em protesto contra suas demissões.

No terceiro ato realizado, compareceram os deputados federais Ivan Valente e Luciana Genro (PSOL), além de várias entidades sindicais, entre elas, diretores do sindicato dos servidores públicos de Maringá (PR), dirigentes do Sindsef-SP (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado de São Paulo), Apeoesp e entidade estudantis.

O ato, como de costume, foi realizado na saída do turno da manhã. A deputada Luciana Genro falou aos trabalhadores, que compareceram em grande número. “Venho do Rio Grande do Sul para protestar contra as demissões”. No seu discurso, fez duras críticas à direção do sindicato por não comparecer ao ato. Além disso, falou contra as reformas sindical e trabalhista e previdenciária que o governo quer fazer. A deputada disse ainda que a melhor forma de lutar contra a Emenda 3 é lutar contra as demissões.

Já o deputado Ivan Valente fez um discurso contra a Volkswagen e disse que, no ano passado, obrigou a direção da Volks a prestar esclarecimentos sobre as demissões no Congresso e lamentou na ocasião a não-participação da direção do sindicato. A presença dos deputados mostra que a campanha feita pela oposição vem ganhando força.
A grande ausência, mais uma vez, foi da direção do sindicato, que, em reunião com membros da oposição, disse que iria se incorporar à campanha, mas até agora nada fez. Por mais absurdo que pareça, até agora nenhuma linha no jornal do sindicato foi dedicada às demissões.

Ato em Resende
No dia 13 de abril, foi realizado um ato na Volks de Resende (RJ), com dirigentes sindicais da região. A ação foi uma iniciativa da Conlutas-RJ. Durante o ato houve uma agitação sobre a campanha salarial dos operários. O próximo passo da campanha é preparar uma serie de atos em frente à concessionárias.

Campanha internacional
A campanha internacional segue se ampliando. Em maio, acontecerá uma reunião em Stuttgart na Alemanha do setor automotivo com dirigentes sindicais de vários países da Europa e América. Na pauta serão debatidas as demissões dos diretores do ABC. Eles participarão desta reunião a convite dos trabalhadores da Volks de Hanover (segunda maior fábrica da empresa), no mesmo país.

Post author
Publication Date