Lênin e o Jornal do Partido

Para Lênin, o jornal não é só um agitador, não é só um propagandista, não é só um organizador. Ele é tudo isso.

(…)

Para a superação do economicismo e do primitivismo era essencial a criação de um “órgão central” de propaganda, agitação e organização. Funcionando como um verdadeiro intelectual coletivo, o jornal do partido criaria as condições para uma prática política verdadeiramente revolucionária. O “órgão central do partido” apresentava-se assim como uma resposta política aos problemas organizativos e aos desafios teóricos.

(…)

A imprensa bolchevique procurou sempre se adaptar à situação concreta. Os bolcheviques nunca fizeram um jornal dedicado exclusivamente à agitação, à propaganda, à organização partidária ou à organização da produção. Por isso, do ponto de vista da concepção leninista de imprensa, é insuficiente dizer que o jornal é o “organizador coletivo”. Ele é o organizador coletivo, mas é também “nosso melhor propagandista e agitador, o propagandista dirigente da revolução proletária”, como assinala a resolução do 3º Congresso da Internacional Comunista.

Trecho do artigo Lênin e o Jornal do Partido
Post author
Publication Date