Leia a nota do PSTU de Florianópolis distribuída nos protestos contra o aumento

Nota do PSTU, a todos que estiveram nas lutas contra o aumento da tarifa.

Como na Bolívia a população foi às ruas para enfrentar os planos de exploração dos patrões e poderosos, e assim derrotamos Dário Berger (PSDB) e a máfia dos Transportes. A exemplo do ano passado, derrotamos a burguesia e seus aliados que tentaram aumentar seus lucros às custas da miséria da população. Depois de três semanas de resistência, enfrentando a dura repressão da polícia de Luiz Henrique (PMDB), nós vencemos.

O medo da unificação das lutas fez com que os patrões concedessem as reivindicações dos trabalhadores que ameaçaram entram em greve (municipários, e motoristas e cobradores). Estes exemplos mostram a dimensão de nossa vitória, que não foi só da juventude mas de toda a população da região e do país, impulsionando atos por todo o pais, desde Criciúma e Blumenau a Minas Gerais.

Os ricos cederam graças às manifestações permanentes e radicalizadas perante as barbáries policiais, apesar da tentativa de representantes e apoiadores do governo estadual de transformar os atos em palanque para vereadores, domesticando a luta através de uma CPI e apesar daqueles que tentavam criminalizar o movimento, entregando à polícia companheiros que se defendiam da violência do Estado.

A burguesia sempre encontra no estado capitalista um meio de ganhar dinheiro. E desta vez o “mensalão” veio através do subsídio dado pelos vereadores aos empresários, em troca da revogação do decreto de Ângela Amim (PP), ou seja, redução da tarifa.

As ruas são o nosso lar, somente nelas colocaremos fim à exploração do capitalismo, com a revolução socialista. Não podemos parar! Agora temos que por um fim na máfia dos transportes, com a sua estatização sob controle dos trabalhadores e juventude. Só assim poderemos garantir o fim dos aumentos abusivos e o passe livre para os estudantes e desempregados. È hora de organizarmos um grande plebiscito que reúna as entidades sindicais, estudantis e o restante da população em comitês em seus bairros, escola, local de trabalho, para conseguirmos a municipalização dos transportes.

Só a luta muda a vida!
Contra Burguês, fomos e iremos as ruas outra vez!

Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado