Leia a convocatória por uma plenária nacional das universidades e escolas federais em greve

Em meio à maior crise política do governo Lula, as universidades e escolas federais de todo país entraram em uma histórica greve que já conta com mais de 40 Instituições de Ensino Superior e 24 Escolas Técnicas.

A greve dos técnicos-administrativos e docentes reivindica reajuste de salários, plano de carreira e a defesa da educação pública.

Os estudantes também sofrem as conseqüências de anos de ataques contra a educação para manter os compromissos com o imperialismo. Os sucessivos cortes de verbas promovidos pelo governo Lula/FMI (R$ 341 milhões em 2003; R$ 630 milhões em 2004; e R$ 1,6 bilhão em 2005) fazem com que as universidades estejam caindo aos pedaços, com sua estrutura sucateada, e com a assistência estudantil sendo extinta.
Como se não bastasse, o governo ainda aprovou via Medida Provisória (MP) parte da Reforma Universitária. Podemos destacar o Projeto Universidade para Todos, que transfere verba pública para alimentar os tubarões do ensino.

Contra toda essa situação os estudantes começam a promover mobilizações e já deflagraram greve em importantes universidades como a UFSC, UFLA, UFU, UFLA e UFF. Além disso, em várias outras universidades os estudantes apóiam ativamente a greve dos trabalhadores, se envolvendo em suas atividades e participando de comandos unificados.

É preciso que o movimento estudantil avance em todo o país para a construção de uma Plenária Nacional que reúna os lutadores de todas as universidades e escolas federais para que possamos organizar a greve nacionalmente. Os Comandos de Greve da UFAM, UFSC e UnB também já começaram a discutir a necessidade da construção de uma plenária com esse conteúdo.

Por outro lado, a UNE iniciou operação de desmonte da greve. Essa entidade governista (que recebeu o mensalão de R$ 1,1 milhão do governo federal) está chamando para o dia 14 de outubro uma plenária de públicas e pagas onde seria aprovado um calendário de lutas e uma pauta de reivindicações consensuais. Ou seja, a UNE quer manter todas as entidades sob o seu controle e fazer com que essa greve não se choque contra o governo do qual ela faz parte nem questione a Reforma Universitária.

Não temos tempo a perder! Vamos construir uma grande Plenária Nacional de todos os estudantes em luta das escolas e universidades federais no dia 12 de outubro na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Assinam essa convocatória:
DCE UFMG
DCE UFRJ
Comando de Greve do CEFET SP
Comando de Greve do CEFET MA

Para novas adesões e informações:
jubasun@yahoo.com.br – (21) 9107.1787