Redação

Este dia 18, quarta-feira, dia em que as centrais sindicais haviam definido como dia de luta, paralisações e manifestações contra os ataques do governo Bolsonaro e em defesa das liberdades democráticas, transformou-se, com a realidade imposta pelo alastramento da pandemia do novo coronavírus, num panelaço pelo fora Bolsonaro, em defesa da vida dos trabalhadores e do povo.

O panelaço começou a ser convocado no início da semana, mas um dia antes ele já começou em várias cidades. Na noite desta terça-feira, o “janelaço” espontâneo mostrou a indignação crescente com esse governo que, mais do que omisso, vem tendo uma postura irresponsável e criminosa diante da saúde público.

Bolsonaro convocou uma série de manifestações contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) para o dia 15. O que já era criminoso, ganhou ares de surrealismo ao presidente, em pessoa, ir abraçar e tirar fotografias com o aglomerado de apoiadores que se apinharam em frente ao Palácio da Alvorada. Essa atitude reflete sua política de menosprezar a grave crise, colocando a vida de milhares em risco.

Agora, percebendo todo o desgaste, Bolsonaro tenta se safar e mente descaradamente, anunciando uma série de medidas para salvar grandes empresários e banqueiros, mas quase nada à população.

Nesta quarta-feira, às 20h30, vá a sua janela, bata a sua panela, e grite bem alto: Fora Bolsonaro e Mourão!