Greve de funcionários continua da Uerj, com nova manifestação

Os funcionários da Universidade Estadual do Rio de Janeiro continuam parados por tempo indeterminado. No último dia 10 de março, o secretário de governo Antony Garotinho desmarcou uma reunião com os grevistas depois de receber o reitor da universidade, Nival Nunes de Almeida. As negociações continuam paradas e os funcionários enfrentam todo tipo de repressão da reitoria e do governo estadual.

No entanto, os servidores da UERJ continuam mobilizados e mantêm uma vigília permanente na entrada principal da universidade. Além disso, fazem um grande ato público neste dia 8, pela abertura das negociações e contra a repressão ao movimento. Mensagens de solidariedade à greve, que ultrapassa oito meses, e de repúdio à repressão, podem ser enviadas ao fax (21) 2284 5033.

Post author
Publication Date