Encontro de Bancários de São Paulo fortalece nova direção

Neste sábado, dia 25 de novembro, foi realizado em São Paulo um encontro estadual com a presença de 40 bancários de cinco bases sindicais. As maiores delegações foram da oposição bancária de São Paulo e do Sindicato dos Bancários de Bauru, que realizou uma assembléia para definir sua participação.

Foram votadas várias resoluções sobre questões específicas como a anistia dos dias parados, a luta contra o assédio moral, pela ratificação da convenção 158 da OIT, pelos direitos dos bancários terceirizados e pela estatização do sistema financeiro.

O ponto alto foi a proposta de construir um novo comando nacional, alternativo à Contraf-CUT e à Contec. Além disso, foi apontada a formação de uma Associação Nacional dos Bancários, democrática e combativa, para impulsionar as lutas de toda a categoria. Foram eleitos três bancários para compor uma comissão nacional pró-associação junto com outros bancários eleitos nos demais encontros, para preparar um Encontro Nacional a se realizar em março ou abril de 2007.

“Este Encontro regional foi o primeiro de uma série que vamos realizar em todo o país. A proposta é unir os lutadores e lutadoras bancárias para construir uma alternativa para a categoria” afirma Wilson Ribeiro, da coordenação do Movimento Nacional de Oposição Bancária (MNOB).

Mulheres
O dia 25 também é o dia nacional de luta contra a violência contra as mulheres. Na discussão sobre as reformas previdenciária e trabalhista, foi ressaltado seu impacto sobre as bancárias, que hoje já são a maioria da categoria. Foi definida a participação na campanha organizada pela Conlutas para combater estas reformas.