Crise atinge o Brasil em cheio

Primeiros reflexos da crise econômica mostram um país vulnerável e dependenteNo dia 31 de outubro, o próprio presidente da empresa privatizada Vale, (ex-Vale do Rio Doce), Roger Agnelli, anunciou a redução da produção de minério e as férias coletivas em setores da empresa. Foi a expressão mais clara até agora de que a crise já chegou ao Brasil, atingindo a maior empresa da América Latina, responsável pela maior parte do valor das exportações do país.

Para os trabalhadores brasileiros, a crise já é uma realidade. Cortes de investimentos nas empresas privadas e no setor público, férias coletivas nas montadoras e siderúrgicas e perspectiva de déficit na balança comercial. Os reflexos da crise que já são sentidos mostram que o país, após anos de governos neoliberais, está mais vulnerável que nunca.

O governo Lula, por sua vez, conseguiu uma impressionante popularidade no último período, justamente surfando na onda do crescimento econômico. Com a recessão internacional, está colocada a possibilidade de uma grave crise política ainda durante seu mandato, com sérios ataques aos trabalhadores.

Post author
Publication Date