Conlutas: Seminários ampliam debate

No último final de semana foram realizados os seminários da Conlutas sobre as reformas neoliberais. Confira alguns deles:SÃO PAULO
No dia 2 foi a vez de São Paulo realizar o seu seminário, com 115 ativistas e sindicalistas, de 15 entidades sindicais e 11 oposições.

Pela manhã, Plínio de Arruda Sampaio, do Correio da Cidadania, e a professora de Ciência Política da Unicamp Andréia Galvão analisaram o panorama nacional e as reformas. Plínio alertou para a necessidade da “unidade de todos os setores que se posicionarem contra as reformas”.

Na parte da tarde, a exposição de Maria Lúcia Fattorelli, da Unafisco Sindical, foi sobre a seguridade social no Brasil e as reformas da Previdência. Utilizando dados oficiais e estudos sobre a execução orçamentária, Fatorelli contribuiu muito para desmontar os argumentos do governo em relação aos déficits da Previdência. “A Conlutas representa nosso fio de esperança, temos que levar essa discussão para a base”, destacou.

No final, foi decidido que o seminário será reproduzido na base de todos os sindicatos e categorias presentes.

RIO DE JANEIRO
O seminário no Rio foi realizado nos dias 1° e 2 de dezembro e contou com 189 representantes de 17 entidades sindicais, dez oposições sindicais e estudantis e oito organizações políticas.

O evento foi marcado por um intenso debate ao longo dos dois dias de trabalho. De início, houve o painel de abertura sobre “Conjuntura Nacional”, do qual participaram Cláudio Gurgel (Reage Socialista), Cyro Garcia (PSTU), Henrique Acker (MTL) e Babá (deputado federal do PSOL). Babá destacou o protagonismo da Conlutas no processo de reorganização do movimento e fez um chamado aos companheiros que articulam a Intersindical a se unirem e fortalecerem esta que já é uma alternativa de direção para os trabalhadores. O deputado também anunciou que se integrará às tarefas de construção da Conlutas.

No sábado foram realizados três painéis: o primeiro sobre a reforma sindical e trabalhista. Neste debate foram ressaltados a importância da luta dos trabalhadores e o papel da Conlutas. O dirigente do SEPE Danilo Serafim fez um novo chamado à unidade dos companheiros da Intersindical com a Conlutas. Em seguida, houve o painel sobre reforma universitária e, por último, o debate sobre reforma da Previdência.

ABC PAULISTA
O seminário da região do ABC paulista foi realizado nos dias 2 e 3 em Diadema.
Mais de 100 pessoas assinaram a lista de presença. Participaram ativistas de várias categorias, como professores eleitos para conselheiros regionais nas subsedes da Apeoesp de Diadema, Mauá e São Bernardo do Campo, do sindicato dos Professores da Rede Particular (Simpro), Sindicato dos Servidores Públicos de Santo André, Associação Oeste dos Moradores de Diadema, as oposições dos servidores públicos municipais de Diadema, São Bernardo e Mauá, a oposição metalúrgica na Volkswagen, oposição metroviária, além de vários estudantes de escolas secundaristas.

Também estiveram presentes partidos de esquerda, como o PSTU, POM, a corrente do PSOL Práxis, o agrupamento Espaço Socialista e a Oposição Operária.
Post author
Publication Date