Conlutas se coloca como alternativa e mostra o caminho

Enquanto as principais direções do movimento sindical, como a CUT e a Força, utilizam seu peso para enterrar as lutas e proteger o governo e os patrões, a Conlutas, embora minoritária, aposta na mobilização direta dos trabalhadores e na independência de classe.

É na prática que se vê a diferença entre essas duas formas de atuação. Recentemente, uma das principais entidades operárias da Conlutas, o Sindicato da Construção Civil de Belém (PA), dirigiu uma das maiores mobilizações da história da categoria. Foi uma greve intensa que agitou a capital paraense e se enfrentou com os patrões do setor e toda a mídia local.

Com a pressão, a greve e a mobilização, os operários arrancaram reajustes que chegam a 8,3%, sendo que os patrões no início aceitavam apenas repor a inflação (4,5%). É o exemplo de que, com luta, os trabalhadores podem arrancar muito mais do que os patrões oferecem.

Em São José, o exemplo da mobilização
Os metalúrgicos da GM em São José dos Campos deram outra demonstração da diferença entre uma direção de luta e outra traidora. Após uma campanha salarial com mobilização e paralisações, os operários conquistaram um reajuste muito superior ao da CUT no ABC. Em Taubaté, onde o sindicato cutista impôs o mesmo acordo rebaixado, os operários se revoltaram e não poucos afirmaram que “nas próximas eleições é Conlutas na cabeça”.

Agora, o exemplo da campanha vitoriosa dos operários está servindo às outras categorias em luta, como os petroleiros e até mesmo entre os outros setores metalúrgicos da região.

Os metalúrgicos da Embraer, após muitos anos, se mobilizam por reajuste e PLR. Nos dias 1º e 5 de outubro, os trabalhadores da empresa aeronáutica realizaram paralisação de duas horas e aprovaram indicativo de greve. É a primeira grande mobilização em muitos anos.

Por anos, a representação dos trabalhadores foi alvo de disputa entre o Sindicato dos Metalúrgicos e um sindicato artificial sustentado pela CUT e a direção da empresa. No ano passado, finalmente, a entidade da Conlutas derrotou a versão pelega na Justiça, impedindo que a política de conciliação continuasse a ser imposta na Embraer.

O resultado da luta liderada pela Conlutas, diferente do que ocorre com as outras direções, é resultado de sua escolha pela independência de classe e da ação direta dos trabalhadores como forma prioritária de mobilização.

Oposições
Mas não é só nas categorias que dirige que a Conlutas batalha em defesa dos trabalhadores e contra a política traidora do PT, da CUT e similares. O principal trabalho da coordenação é justamente nas categorias dirigidas pelas direções governistas: organizar as oposições, construindo pela base direções alternativas e realmente de luta.

Entre os bancários, a Conlutas atua por meio do Movimento Nacional de Oposição Bancária, que luta hoje contra os acordos rebaixados e em defesa dos bancários das instituições públicas.Durante toda a campanha salarial nos Correios, atuou com a Oposição Nacional e a base dos trabalhadores da estatal contra o acordo bianual. Em petroleiros, a Conlutas está na FNP em defesa dos direitos e salários da categoria. E é assim em outras categorias, como no funcionalismo.

Post author da redação
Publication Date