Começa a campanha eleitoral: PSTU apresenta candidaturas socialistas

No dia 6 de julho, começou oficialmente a campanha eleitoral nos mais de 5 mil municípios brasileiros. Nestas eleições municipais, os trabalhadores e o povo pobre mais uma vez verão uma falsa diferença entre as candidaturas da base do governo Lula e as da oposição burguesa.

O maior símbolo dessa farsa será a eleição de São Paulo, em que Marta Suplicy (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB) disputarão a prefeitura essencialmente com o mesmo programa: manter a política econômica do governo federal, que privilegia a grande burguesia e ataca cada vez mais os trabalhadores.

Já em Belo Horizonte (MG), ficará mais evidente que não existe nenhuma diferença entre PT e PSDB na administração dos negócios capitalistas. Na capital mineira, os dois partidos realizarão uma aliança não-oficial em torno do nome de Mário Lacerda (PSB).

O PSTU participará destas eleições afirmando a necessidade de construir um terceiro campo, radicalmente contra os candidatos de Lula e da oposição burguesa. A disputa entre governo e oposição burguesa é para decidir quem vai governar para os grandes empresários, banqueiros e latifundiários. Este terceiro campo deve ser classista, ou seja, formado somente por partidos realmente identificados com os interesses da classe trabalhadora, apresentando um programa anticapitalista, que busque enfrentar os problemas mais sentidos por nossa classe.

Nosso partido já apresentou 16 propostas emergenciais. Nelas propomos que os ricos paguem pela crise econômica que se aproxima e pelos efeitos imediatos do crescimento da inflação (veja edição n° 344 do Opinião).

CONFIRA AS ATIVIDADES DA CAMPANHA DO PSTU
Rio de Janeiro (RJ):

Plenária geral da campanha, dia 17, quinta-feira, às 19h, no auditório do Sind-justiça/RJ

Natal (RN):
Lançamento dos candidatos, dia 18, sexta-feira, às 19h

LEIA TAMBÉM:

  • Publication Date