Breve história das Internacionais

I INTERNACIONAL
A I Internacional correspondeu ao nascimento do movimento operário mundial e à necessidade objetiva da classe ope­rária de agrupar-se numa organização mundial própria, que impulsionasse e apoiasse as lutas de forma mais organizada, consciente e independente da burguesia. Apesar de corresponder ainda a um momento inicial de organização do proletariado e de não funcionar ainda como um verdadeiro partido internacional, o seu grande mérito foi ter mostrado que era possível e frutífera a unidade internacional dos trabalhadores, tendo feito penetrar o internacionalis­mo no seio da classe. Além do apoio a diversas greves e lutas operárias, a I internacional apoiou a Comuna de Paris, a primeira experiência de poder autônomo da classe operária.

II INTERNACIONAL
A II Internacional foi marcada pela organização da classe operária. Foi nela que se integraram amplas massas de trabalhadores em vários países que, organizando-se em sindicatos e partidos políticos, fizeram a sua aprendizagem política e sindical. Os partidos operários socialistas e marxistas, pela primeira vez, ganham peso de massas. A II Internacional morre como organização revolucionária quando a maioria dos seus dirigentes apoia as respectivas burguesias de seus países na Primeira Guerra Mundial, fazendo predominar a unidade nacional (policlassista) frente ao internacionalismo proletário.

III INTERNACIONAL
A III Internacional nasceu como reação à traição da II Internacional e à necessidade da luta pelo poder do proletariado face à decadência do capitalismo e sua burguesia na época imperialista. A III Internacional apoiava-se no grande triunfo da Revolução Russa onde, pela primeira vez na história, a classe operária tomou o poder e construiu o seu Estado.

A III foi a primeira tentativa de construir uma verdadeira direção revolucionária mundial, que pu­desse dirigir a revolução socialista internacional, que destruísse o imperialismo e conduzisse a classe operária ao poder em todos os países. Significou, por isso, um salto qualitativo ao constituir-se como o primeiro Partido Revolucionário Mundial, superando a fren­te de organizações operárias da I Internacional ou a federação de partidos da II. A III Internacional burocratizou-se e degenerou-se, produto de duas grandes derrotas do proletariado mundial, que levaram a um retrocesso da revolução mundial: o triunfo do estalinismo, na URSS, e o do nazismo, na Alemanha.

IV INTERNACIONAL
A IV Internacional surgiu como continuidade do projeto da III Internacional, de construir um Partido Mundial da Revolução, enquanto direção da classe ope­rária mundial para a tomada do poder em nível internacional. Nesse sentido, esta tinha como objetivo resgatar a herança do marxismo e lutar contra esse novo fenômeno contrarrevolucionário no seio da classe operária: a burocracia estalinista.
Post author
Publication Date