Assembléia aprova greve na mineração da CSN

Os trabalhadores da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) da mineração Casa de Pedra, em Congonhas (MG), aprovaram em assembléia o início de uma greve.

Os mineradores reivindicam 10% de aumento real, recuperação de 32% das perdas salariais sofridas desde a privatização e vale-supermercado de R$ 300. Além disso, eles também exigem o piso salarial do Dieese, fim do banco de horas e restabelecimento de todos os benefícios que existiam quando a empresa era estatal. A campanha faz parte da campanha de reestatização de antigas estatais como a própria CSN e a Vale.

O Sindicato Metabase de Congonhas, Ouro Preto e Região e a Conlutas organizam a mobilização da greve e convocam todo o movimento social a apoiar a mobilização.
Post author da redação
Publication Date