As declarações do PT sobre Roberto Marinho

Foram muitas as declarações “espantosas” sobre a morte de Roberto Marinho. Contudo, poucos conseguiram superar o governo petista e seus aliados.
De Benedita da Silva a José Dirceu, de Aldo Rebelo a João Paulo Cunha, de Miro Teixeira a Genoino, os governistas não mediram esforços para endeusar o “todo poderoso”. Eis algumas das lamentáveis pérolas:

“Acho que a gente não mede as pessoas pelas divergências políticas, mas pela importância que tiveram naquilo que se propuseram a fazer (…). A comunicação e a cultura no Brasil perdem um homem de vanguarda (…). Foi, inegavelmente, um dos maiores homens da história da comunicação neste país.”
Luiz Inácio Lula da Silva

“Foi o doutor Marinho fundamental na construção da democracia brasileira e no fortalecimento e estabilidade do sistema democrático nacional. Devemos aplaudir o exemplo dado por ele”.
Antônio Palocci, ministro da Fazenda

“Foi o maior jornalista brasileiro, que modificou criou e revolucionou”
Marta Suplicy, prefeita de São Paulo

Post author
Publication Date