Após greve, operários da construção conquistam 10% e cesta básica

Quando a greve dos trabalhadores da construção civil de Fortaleza e região avançava para a sua terceira semana, os operários conquistaram uma grande vitória. Em assembleia no último dia 2, os trabalhadores aprovaram o acordo arrancado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza (STICCRMF).

O assessor político do sindicato, Valdir Pereira, anunciou o acordo: 10% de reajuste, cesta básica de R$ 35 e a retirada do pedido de abusividade da greve, feita pelo sindicato patronal junto ao Tribunal Regional do Trabalho. O coordenador geral do sindicato, Nestor Bezerra, colocou em votação a proposta, que foi aprovada por unanimidade. “A vitória dessa greve é a vitória de cada operário da construção civil deste estado, não nos curvamos à imposição patronal e agora vemos a certeza dos ganhos que essa campanha trouxe”, disse o dirigente.

Para o coordenador da CSP-Conlutas, José Batista, a participação dos trabalhadores e das entidades do movimento sindicato foi essencial. “A vitória desta campanha salarial é uma vitória da CSP/Conlutas e de todos os segmentos que apoiaram nossa campanha salarial”, afirmou.

A greve dos operários da construção civil se enfrentou com a intransigência da patronal e os ataques da grande imprensa, mas mostrou que, com mobilização, é possível vencer.

*Com informações do site Voz do Peão

Post author Da redação*
Publication Date