Acompanhado de militantes, Zé Maria (PSTU) vota em Belo Horizonte

O candidato à Presidência pelo PSTU, Zé Maria, votou na escola Celso Machado, em Belo Horizonte, às 11h30. O presidenciável esteve acompanhado de militantes do partido e de Vanessa Portugal, candidata do PSTU ao governo do estado.

Zé Maria esperou uma longa fila para votar. Ele deu entrevistas ainda antes de entrar na escola. “O dia de hoje marca o final de uma jornada, onde apresentamos uma alternativa operária e socialista, diante das principais candidaturas. Mas nossa luta não termina aqui, nas eleições. Ela vai continuar, em defesa dos direitos dos trabalhadores e pelo socialismo”, afirmou. O candidato falou ainda do cenário do país após as eleições. “Seja quem for o eleito, o próximo governo vai atacar os trabalhadores. Inclusive com uma nova reforma da Previdência, para retirar direitos, como fazem agora os governos da Europa. Dilma, Serra e Marina apoiarão estas medidas”, alertou.

Apuração – Zé Maria retorna para São Paulo por volta das 15h e acompanha a apuração dos votos na sede regional do partido, na rua Florêncio de Abreu, 248, Centro, com a candidata ao Senado por São Paulo, Ana Luiza. Os militantes também irão acompanhar a totalização dos votos através do portal do PSTU.

Paulista de nascimento, Zé Maria começou sua militância em Santo André, nas greves metalúrgicas do final do regime militar, quando chegou a ser preso com Lula. Ainda nos anos 80, mudou-se para Minas Gerais. Em 1989, o metalúrgico ficou conhecido nacionalmente, ao dirigir a greve de ocupação da siderúrgica Manesmann, em Contagem. No estado, também liderou a campanha contra a privatização da Vale do Rio Doce.