A Amazônia vigiada

No dia 18 de outubro, entrou em fase final a implantação do Sistema de Vigilância da Amazônia (Sivam). O sistema, elaborado para criar um sistema de radares na área da Amazônia Legal (região Norte, Mato Grosso e parte do Maranhão), foi elaborado em parceria do Ministério da Justiça, Aeronáutica e a megaempresa bélica Raytheon. A multinacional norte-americana é a mesma que fornece a tecnologia militar do exército dos EUA.

O Projeto Sivam, avaliado em US$ 1,3 bilhão, está sendo co-financiado pelo banco norte-americano Eximbank, que custeará US$ 1 bilhão do projeto. Uma linha de crédito da própria Raytheon financiará outra parte junto com a Sivam Vendor’s Trust e a SEK/EKN, banco sueco que fornece radares fabricados pela Ericsson.
Post author
Publication Date