Manifestantes do Movimento “SOS Emprego” ocupam prédio da Petrobrás no Rio

426

Dia Nacional de lutas e paralisações agita o centro da cidade do Rio de Janeiro

Neste momento, enquanto milhares de trabalhadores e jovens protestam em frente à Alerj, cerca de 200 trabalhadores demitidos do Comperj, organizados no Movimento SOS Emprego, ocupam o prédio da Petrobrás, localizado no centro do Rio de Janeiro.

A reivindicação é pelo imediato pagamento das indenizações trabalhistas devidas por empresas que prestaram serviços à Petrobras, como a Alusa Engenharia, Eisa, Estaleiro Mauá, dentre tantas outras.

Enquanto o desemprego cresce e milhões passam fome e necessidades no país, navios brasileiros estão sendo construídos na Ásia. Os manifestantes exigem canais de negociação com os governos federal, estadual e de prefeituras da área do Comperj, em busca de uma política de retomada imediata das obras e da indústria naval.

PSTU-Rio de Janeiro