Trabalhadores do comércio protestam em São João Del Rei contra a extensão da jornada de trabalho | Foto: Beatriz Costa

Na noite desse 20 de setembro, as ruas de São João Del Rei, cidade histórica de Minas Gerais, foram ocupadas por trabalhadores (as) do comércio. Com apoio de trabalhadores (as) de outras categorias, a exemplo dos metalúrgicos, os comerciários foram à luta contra o projeto de Projeto de Lei (PL) n° 7.644/2021, que busca estender o horário de funcionamento nos sábados, domingos e feriados até às 22h.

Os patrões buscam aumentar seus lucros à custa da exploração dos comerciários. Para isso, conta com apoio da prefeitura, que apresentou o PL, através da Secretaria de Cultura e Turismo, em parceria com o sindicato patronal (Sindicomércio).

Mas eles não contavam com a organização e força de luta dos comerciários. O ato público teve o apoio massivo da categoria. Os trabalhadores (as) saíram dos comércios e se uniam em um grande protesto e ocuparam a Câmara Municipal, para participar da audiência pública, que iria debater o PL.

Projeto de Lei foi apresentado pela Secretaria de Cultura e Turismo e pelo sindicato patronal | Foto: Beatriz Costa

“A mobilização muito forte. Os trabalhadores saíam das lojas na região Central para o ato. Foi necessário solicitar o fechamento de duas lojas, em que os gerentes não queriam que fechasse. Depois de falar com a chefia, as lojas foram fechadas, o que mostra a força da mobilização”, disse Jordano Metalúrgico, militante do PSTU e secretário geral do Sindicato dos Metalúrgicos de São João Del Rei.

O Sindicato dos Metalúrgicos apoiou a mobilização. Jordano gravou um vídeo chamando à mobilização e fez uma intervenção na tribuna contra o PL. “Os vereadores ficaram assustados com a mobilização que lotou a frente da Câmara. Os patrões gaguejavam ao falar na tribuna. Até o filho do prefeito, que é vereador, se posicionou contrário ao projeto. A mobilização dos trabalhadores(as) do comércio foi um exemplo de luta da classe trabalhadora sanjoanense”, ressalta Jordano.

Professora Janaine Ferreira falou em nome do PSTU, em apoio aos trabalhadores do comércio | Foto: Beatriz Costa

A professora Janaine Ferreira, que foi candidata à prefeita de São João Del Rei, também falou na tribuna em nome do PSTU. “Este projeto visa aumentar os lucros dos patrões, com a falsa desculpa de aumentar o turismo em nossa cidade. É um brutal ataque aos trabalhadores e trabalhadoras de nossa cidade, que serão mais explorados. O turismo não se incentiva com mais exploração dos trabalhadores, mais com incentivo à cultura e lazer nos locais de turismo já existentes”, pontuou Janaine.

A mobilização dos comerciários segue. O Sindicato dos Metalúrgicos, o Sindute, Sintratextil, Sindservsc e o PSTU continuarão ao lado dos trabalhadores até derrota deste projeto dos patrões, que estão preocupados apenas em aumentar seus lucros.