Na manhã de hoje (28/05), os servidores públicos da cidade do Recife saíram às ruas para cobrar do refeito João Campos (PSB) melhores condições de trabalho e que cumpra os acordos firmados, desde o ano passado, com as diversas categorias.

O Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial do Recife (Simpere), filiado à CSP-CONLUTAS, esteve presente na carreata unitária e lembrou que não apenas João Campos é inimigos dos servidores e da população do Recife. O Sindicato também denunciou governador Paulo Câmara (PSB) que aplica um lockdown de faz de conta, apenas nos sábados e domingos, enquanto temos nas filas dos hospitais mais de 300 pessoas esperando um leito de UTI para o atendimento da covid-19. Um verdadeiro absurdo!

O ato também foi um esquenta para o grande dia nacional de lutas que vai ocorrer amanhã, em todos o país. No Recife, ato será realizado às 9h, na Praça do Derby. “Hoje estamos dando um passo para a unidade para lutar não só na cidade do Recife, mas a nível nacional, para colocar para fora o governo genocida de Bolsonaro e Mourão”, disse Cláudia Ribeiro, coordenadora geral do Simpere e militante do PSTU.

“Amanhã vamos unir a juventude e a classe trabalhadora para derrubar imediatamente esse governo genocida. E queremos derrubá-lo já. A necessidade dos trabalhadores e dos jovens que tomarão as ruas amanhã não pode ser construir uma Frente Ampla para disputar as eleições. Não podemos esperar até 2022. É preciso construir a mais ampla unidade para tirar Bolsonaro e toda sua trupe, antes que mais pessoas morram de fome, de bala e, principalmente, de covid”, concluiu Cláudia Ribeiro.

#29M

Até o momento, temos 128 cidades com ato marcados, em todas as regiões do país. Veja aqui a lista das cidades.