Foto Rogério Bié/

O professor Nonato Lima, docente do curso de jornalismo da Universidade Federal do Ceará, foi afastado da Rádio Universitária por não se curvar à censura imposta pela reitoria da instituição

Nonato Lima ocupava o cargo de diretoria na Rádio Universitária e produzia há 26 anos o programa “Rádio Livre”. O professor revela que sofreu pressão da Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC), mantenedora da rádio, para alterar a programação jornalística e musical.

Entre as alterações previstas, estavam a mudança no formato do programa de debates da rádio e a suspensão da veiculação de músicas de matriz afro. Em uma das interferências, chegou-se a se tratar como “programa de macumba” os que se referiam à cultura religiosa afro. Demonstrando com isso o viés racista de tais interferências.

Em outros momentos, também foi sugerida a inclusão na programação da rádio de pontos de vista de negacionistas e de extremistas de ultradireita, em uma clara afronta aos princípios que regem a rádio.

O bolsonarismo na UFC

O atual presidente da FCPC foi nomeado pelo interventor Cândido Albuquerque, aliado do presidente Bolsonaro. O reitor, imposto desde 2019, tem seguido à risca a cartilha do bolsonarismo, cometendo práticas autoritárias e antissindicais, como é o caso da perseguição à professora Helena Martins, do curso de Publicidade e Propaganda. A perseguição da Reitoria da UFC também se estende ao sindicato dos docentes (ADUFC) e ao movimento estudantil.

A postura do interventor da UFC não é isolada no país. A prática do governo Bolsonaro em relação às universidades federais é nomear interventores não escolhidos pela comunidade universitária. Quanto à imprensa, muitos jornalistas e radialistas vêm sofrendo ataques verbais, morais e violência física por parte de integrantes do governo e seus lacaios.

Nonato Lima segue firme na defesa da liberdade de expressão e diz que não pretende fazer um programa censurado, “se durante a ditadura eu não me curvei, eu não vou me curvar agora”.

Todo nosso apoio e solidariedade ao professor Nonato Lima!

Fora Interventor da UFC! Fora Bolsonaro!