Haitiana discursa no ato e pede retirada das tropas brasileiras

Ainda na concentração, a haitiana Raquel Dominique discursou para as milhares de pessoas que participam do ato deste 8 de Março. Antropóloga, pesquisadora e professora da Universidade do Haiti, Raquel está no Brasil desde 1º de março e, com o sindicalista Didier Dominique, percorreu 11 cidades, realizando palestras e exigindo o fim da ocupação das tropas da ONU em seu país.

No ato, Raquel relatou os impactos da ocupação liderada pelo Brasil, principalmente entre as mulheres. Segundo ela, a presença das tropas não trouxe melhorias sociais para o povo haitiano e é muito grande o índice de crianças que sequer conseguem freqüentar a escola e de mulheres que não têm acesso aos serviços básicos de saúde.

Em sua fala, ela fez um chamado ao governo Lula, exigindo o fim da ocupação militar.