Avenida Paulista está tomada contra Bush

A passeata contra a visita de George W. Bush ao Brasil e pelo Dia Internacional das Mulheres tomou conta de todas as faixas da via sentido Consolação da Avenida Paulista, tendo as mulheres como linha de frente do ato.
Os manifestantes já começaram a passar pelo cruzamento da avenida com a Avenida
Brigadeiro Luiz Antônio, e mesmo assim uma boa parte dos manifestantes ainda não deixou o local de concentração.

Conforme avança pela avenida, o ato não pára de crescer, aumentando as suas proporções e expressando o repúdio da população brasileira a presença de Bush no Brasil. Manifestantes vão chegando pelas estações de metrô e pessoas nas ruas vão aderindo ao ato.

A outra via da Avenida Paulista, sentido Paraíso, continua funcionando, mas muitos carros que passam dão apoio ao ato buzinando e acenando.

O Bloco da Conlutas é destaque no ato, com a animação e a agitação das mulheres na bateria,
entonando palavras-de-ordem como “Morra, morra Ianque assassino! E viva a luta do povo palestino!“

Estão ocorrendo manifestações contra a visita de Bush pelo país inteiro, como no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife.