URGENTE: Não à reintegração violenta da ocupação Marielle e Anderson em Aracaju

Ocupação Marielle e Anderson antes da ação policial (Foto: MTST)

Ocorre nesse momento a reintegração violenta da ocupação Marielle e Anderson, em Aracaju (SE). Abaixo a repressão do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e do governador Belivaldo Chagas (PSD)! Toda solidariedade às famílias! Suspensão da reintegração de posse já!

Bala retirada de jovem de 22 anos atingida pela PM

Mesmo depois da tragédia desta sexta-feira, 11, quando a Polícia Militar, a mando do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e da vice-prefeita Eliane Aquino (PT) atirou com arma de fogo letal e atingiu no tórax uma militante do MTST de 22 anos que estava junto com seu filho de dois anos, a prefeitura manteve o pedido de reintegração do terreno no Bairro Coroa do Meio, ocupado por mais de 600 famílias.

Nesse momento, a Polícia Militar do governo de Belivaldo Chagas (PSD) está realizando uma reintegração violenta da área.

Nós, do PSTU, convocamos a máxima solidariedade de todas as entidades sindicais, dos movimentos sociais, de demais entidades e partidos políticos para cobrir de solidariedade os companheiros e companheiras da ocupação Marielle e Anderson Vivem!

Edvaldo e Belivaldo agem de acordo com seus próprios interesses e das grandes empresas que os financiam. Por isso, ao invés de resolver o problema da moradia com políticas de habitação, colocam a polícia para massacrar o povo pobre e trabalhador.

Lutar não é crime!
Suspensão da reintegração já!
Pelo direito à moradia digna!