Servidores gaúchos fecham ponte Léo Guedes

Vento forte e chuva não foram obstáculos para os servidores públicos federais que anteontem tarde ocuparam os 1.023 metros da ponte Engenheiro Léo Guedes, que liga as cidades gaúchas de Rio Grande e Pelotas. De acordo com as informações da Polícia Rodoviária Federal, cerca de 500 manifestantes, munidos de bandeiras e faixas de protesto contra a reforma da Previdência, fecharam a ponte por quase uma hora.

O ato foi organizado pelo Fórum Ampliado em Defesa da Previdência Pública, que agrega diversas entidades representativas de servidores públicos, além do movimento estudantil e sindicatos de categorias do setor privado de Pelotas. Os colegas da cidade vizinha de Rio Grande lotaram dois ônibus e juntaram-se aos manifestantes. A chuva chegou quase no final, mas não conseguiu estragar o protesto. A organização do evento havia programado uma atividade de rappel, mas os ventos fortes não permitiram. Ao final do evento, havia um congestionamento de aproximadamente, 3,5 quilômetros nos dois sentidos. Fonte: Unafisco