Rumo à Greve Geral: Confira os atos marcados pelo país neste 1° de Maio contra a reforma da Previdência

Fotos Romerito Pontes

CSP-Conlutas

Nesta quarta-feira (1° de maio), as centrais sindicais programam atos em todo o país para marcar o Dia Internacional de Luta das Trabalhadoras e Trabalhadores. Além do ineditismo em reunir todas as centrais em atos unitários, as manifestações irão anunciar a data da Greve Geral contra a reforma da Previdência.

Dirigentes das dez centrais sindicais brasileiras reuniram-se na última sexta-feira (26) para discutir os últimos ajustes para a realização do ato do 1° de Maio e definir o calendário de luta que será anunciado.

As organizações já decidiram de forma unânime pela realização da Greve Geral para o mês de junho. A data será oficializada nos atos de 1° de Maio nesta quarta.

Além disso, o calendário de mobilização inclui também um dia nacional de lutas contra a reforma da Previdência no dia 15 de maio, quando professoras(es) e trabalhadores da Educação realizarão uma greve nacional.

Este ano teremos um 1° de Maio histórico com a realização de diversos atos unitários das centrais pelo país contra a reforma da Previdência e, com o anúncio da data da Greve Geral, daremos um passo decisivo para a construção dessa paralisação nacional, para derrotar a reforma do governo Bolsonaro que acaba com a aposentadoria dos brasileiros“, explica o integrante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas Luiz Carlos Prates, o Mancha.

O calendário de mobilização já definido pelas centrais, além do dia 15 de maio, inclui ainda um encontro nacional para preparar a Greve Geral, a realização de plenárias nos estados, a intensificação da campanha do abaixo-assinado e organização de comitês contra a reforma. As organizações se reunirão novamente no dia 6 de maio, às 10h, em São Paulo.

É tarefa de todas as centrais sindicais, sindicatos e movimentos empenhar todos os esforços para a construção da Greve Geral. Não podemos ter vacilo ou cair em armadilhas do governo em negociar pontos dessa reforma. Não existe mal menor. Para defender de fato o direito à aposentadoria dos trabalhadores e a Previdência Social é preciso derrotá-la na íntegra e para isso precisamos construir uma forte Greve Geral que pare o país”, afirmou Mancha.

Confira algumas das manifestações neste 1° de Maio que estão sendo convocadas:

SÃO PAULO
Capital
Ato Unificado no Vale do Anhangabaú. Início às 10h, com falas das centrais sindicais, movimentos e partidos. Ao longo do dia, apresentações artísticas e culturais.

São Carlos
Ato às 9h, na praça do Mercado Municipal

RIO DE JANEIRO
9h às 14h – Ato na Praça Mauá, com barraquinhas para coleta de assinaturas do abaixo-assinado contra a reforma da Previdência, além de outras atividades organizadas pelos sindicatos e movimentos populares.

14h às 17h – Os trabalhadores e trabalhadoras sairão em bloco pelas ruas, intercalando bloco e fala política das centrais sindicais e movimentos que compõem as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo.

RIO GRANDE DO SUL
Em Porto Alegre, ato unitário das centrais. Às 14h, concentração na Rótula das Guias; 15h – Caminhada Orla do Guaíba e 16h – Ato na Rótula do Gasômetro

FLORIANÓPOLIS
Ato unificado no Parque Municipal do Maciço da Cruz, culto ecumênico, atividades culturais, debates e ato político.

RIO GRANDE DO NORTE
Em Natal, às 8h, haverá ato unificado na Praça das Flores, no bairro de Petrópolis e, às 10h, caminhada até a Praia do Meio.

ARACAJU
Em Sergipe, 8h – Concentração do ato na Praça da Juventude – Conjunto Augusto Franco. Em seguida, caminhada em direção aos Arcos da Orla de Atalaia, onde ocorrerá um ato político e cultural com coleta de assinaturas do abaixo-assinado contra a reforma da Previdência.

PERNAMBUCO
Em Recife, às 9h, concentração na Praça do Derby

MINAS GERAIS

Contagem
Praça da Cemig, às 9h, ato ecumênico e ato político unificado das centrais

Itajubá
Às 9h, concentração na Praça Theodomiro Santiago

CEARÁ
Em Fortaleza, haverá às 15h, Ato Político e Cultural no Mercado dos Peixes. Concentração Espigão da Rui Barbosa (Av. Beira Mar)

TERESINA
Ato Político e Cultural do dia do trabalhador, no 1 de maio, que acontecerá na próxima quarta-feira, na Praça do CSU, no Parque Piauí a partir das 08h.

PARÁ
Em Belém, o ato unificado das centrais sindicais será no Mercado de São Brás, às 9h

BAHIA
Em Salvador, às 14h, ato unificado no Farol da Barra

RORAIMA
16h30 concentração Parque Anauá, saída de carreata às 17h em direção à praça central do bairro Cidade Satélite

MARANHÃO
Em São Luís, a programação inclui: às 8h, ato com panfletagem e coleta de assinaturas do abaixo-assinado das centrais contra a Reforma da Previdência na Feira do João Paulo; às 14h, concentração da Romaria da BR 135 e às
15h, concentração da Romaria do Anjo da Guarda.