Quem votar na reforma vai para o poste

Os servidores vão colocar no poste o rosto dos deputados que votarem a favor da reforma. Já começaram colocando as caras dos que aprovaram o texto do governo na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Essa tradicional forma de pressão do funcionalismo sobre o Congresso surte efeito.
Junto com a greve, as manifestações de rua e a campanha junto à população; as assembléias dos servidores devem votar nas assembléias a exigência de que todos os deputados rejeitem e votem contra a reforma.

Aliás, aqueles que defendem “emendas” a essa reforma têm uma contradição. Antes de ir a voto destaques e emendas, o Congresso terá que votar sim ou não à PEC 40. E daí, aqueles que dizem que a reforma “como está não dá”, mas que “emendada pode dar”; vão votar sim ou não?

Os que votarem sim devem ir para o poste.

Post author
Publication Date