PSTU formaliza pré-candidatura de Zé Batista à prefeitura de Fortaleza

PSTU Ceará

Na noite de 28 de novembro, o PSTU formalizou a pré-candidatura do operário Zé Batista à prefeitura de Fortaleza.

Zé Batista é pedreiro, começou a trabalhar nos canteiros de obras ainda jovem, com apenas 16 anos. Desde 1999 é dirigente das lutas dos operários da Construção Civil. Com uma trajetória ligada à defesa dos interesses da classe trabalhadora, se tornou membro da Executiva Nacional da Central Sindical e Popular Conlutas e coordenador estadual da mesma central. Agora se coloca à disposição para representar o partido na disputa municipal.

O nome de Zé Batista foi aclamado pela militância do PSTU. Segundo Francisco Gonzaga, presidente estadual do partido e ex-candidato a prefeito e governador nas últimas eleições municipais e estaduais “a candidatura de Zé Batista representa muito bem o tipo de candidato que nós queremos ter: trabalhadores, que sabem como é a vida dos mais pobres, mas que sempre estiveram ligados às suas lutas, resistindo contra os ataques que os governos dos ricos fazem contra nós e defendendo uma saída socialista. Eu me orgulho muito de ter representado o partido nessa tarefa nas eleições anteriores e agora me orgulho de estar passando o bastão para o Zé. Estarei do lado dele ajudando nessa disputa” .

Para Zé Batista “essa é uma nova tarefa que estarei cumprindo. Eu estou há umas duas décadas militando no PSTU, me orgulho de que esse foi o meu único partido. Eu nunca havia sido candidato, sempre apoiei e fiz campanha para nossos companheiros Raimundão e Gonzaga que representaram o partido antes de mim. Mas eu tenho uma larga experiência que nenhum dos candidatos dos grandes partidos possuem. Eles governam nossa cidade, estado e país desde sempre e a nossa situação segue muito ruim. Eles não sabem o que é pegar ônibus lotado e nem esperar doente numa fila de hospital por uma consulta. Nós sabemos porque nós somos trabalhadores, como a ampla maioria da população. É com essa sensibilidade e com a experiência de vida que possuem os mais pobres que nós queremos governar. Um governo socialista dos trabalhadores e para os trabalhadores”.

Ainda segundo Zé Batista, “não é possível governar para todos, todos os candidatos que afirmam que governarão para todos acabam beneficiando os ricos e deixando os pobres para trás. Nosso governo terá um lado: o lado dos trabalhadores e do povo pobre de nossa cidade. Em nosso mandato na prefeitura vamos criar conselhos populares nas periferias para que os próprios trabalhadores que moram nas comunidades possam se reunir e decidir com a gente como conduzir o governo municipal. Será um governo diferente, um governo feito pelo próprio povo pobre. É essa a nossa missão. E é para isso que estamos lançando a nossa pré-candidatura”, concluiu Zé.