O rombo que os sonegadores causam

O governo ataca os servidores, mas não combate os privilegiados sonegadores, muitos dos quais estão no seu “Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social”.
Apenas em 2001, mais de R$ 150 bilhões em tributos foram sonegados (três vezes o alegado déficit). Mais de 70% desse rombo são de responsabilidade de mega-empresas e bancos.

ALGUNS SONEGADORES:

CIA VALE DO RIO DOCE
R$ 392 milhões

ITAÚ S.A.
R$ 380 milhões

CONSTRUTORA MENDES JUNIOR
R4 355 milhões

UNIBANCO
R$ 321 milhões

TELESP
R$ 291 milhões

BANESPA/SANTANDER
R$ 162 milhões
Post author
Publication Date