Marinho e o PCCS

Na manifestação do dia 19 em Brasília, os mais de 15 mil manifestantes mais uma vez vaiaram Luiz Marinho, presidente da CUT. E mais uma vez, ele se destemperou e passou a atacar o PSTU.

Desta vez, além de atacar o PSTU (coisa que já não cola, na medida em que as vaias são gerais, irrestritas, espontâneas), cometeu outra gafe. Ao ver centenas de servidores com camisetas e bandeiras com a inscrição PCCS, dirigiu-se a eles como se fossem de algum partido com tal sigla. Disse: “vocês do PCCS um dia ainda vão crescer, estão dividindo os trabalhadores…”

É incrível o grau de alienação do presidente da CUT em relação às lutas dos servidores, a ponto de confundir o Plano de Cargos e Salários com um partido.
Post author
Publication Date