Neste final de semana ocorrerão novos protestos em todo o Brasil contra Bolsonaro e por vacinação para todos já. Estão programadas carreatas em várias capitais e cidades, dando continuidade às manifestações que ocorrem desde o início do ano contra a política genocida do governo que só faz agravar a pandemia no país.

Os protestos estão sendo organizados pelas centrais sindicais, frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, partidos de oposição e diversas organizações da sociedade civil e fazem parte de um calendário de luta unitário aprovado pelas entidades para exigir vacinas contra a Covid-19 para toda a população, a volta do auxílio emergencial, a volta das aulas presenciais somente após a vacinação e controle da pandemia e o Fora Bolsonaro.

A CSP-Conlutas defende a bandeira Fora Bolsonaro e Mourão, já que é preciso por para fora todo este governo de ultradireita.

Leia mais

Bolsonaro sufoca o Brasil enquanto toma fôlego com o centrão no Congresso

É preciso barrar a política genocida deste governo

A pandemia no Brasil se agrava a cada dia não só com o aumento do número de casos e mortes, mas por um cenário cada vez mais caótico e dramático, em razão do descaso e da incompetência do governo de Bolsonaro e Mourão.

Os brasileiros assistem, estarrecidos, as cenas chocantes em Manaus (AM), região que passa por um verdadeiro colapso na rede de saúde e tem a disseminação da Covid-19 descontrolada. E, para piorar, a vacinação começa a paralisar nas capitais e cidades do país em razão do esgotamento dos estoques de vacinas.

Isso mesmo, como Bolsonaro e Pazuello boicotaram no ano passado a aquisição de vacinas com antecedência, ao contrário do que fizeram outros países, agora o Brasil não tem doses suficientes para vacinar a população.

Enquanto a crise sanitária é cada vez mais grave, a situação econômica e social consequentemente também piora. Sem emprego, sem renda, sem auxílio emergencial, a classe trabalhadora e os mais pobres sofrem com o aumento do desemprego e a carestia.

A CSP-Conlutas chama todas suas entidades e movimentos a se engajarem fortemente nas carreatas deste final de semana e no calendário de lutas. É hora de intensificar a mobilização dos de baixo contra este governo de ultradireita”, convocou o dirigente da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas Atnágoras Lopes.

Somente com mobilização poderemos derrotar Bolsonaro, Mourão, Pazuello e toda essa corja e fazer avançar o plano de vacinação contra a Covid-19 e conquistar as demandas mais sentidas dos trabalhadores e mais pobres. Vamos à luta”, afirmou.

Confira algumas carreatas já confirmadas:

DISTRITO FEDERAL

Brasília, domingo (21), às 10h30, concentração no Palácio do Buriti e trajeto pela Esplanada dos Ministérios

CEARÁ

Fortaleza, sábado (20), às 15h, concentração em frente à estátua de Iracema

MATO GROSSO (MT)

Cuiabá, sábado (20), às 8h, concentração em frente à Casa da Democracia

MATO GROSSO DO SUL (MS)

Campo Grande, sábado (20), às 10h, concentração na Avenida Gury Marques

PARÁ (PA)

Belém, sábado (20), às 9h, concentração na Aldeia Cabana

PERNAMBUCO (PE)

Recife, sábado (20), às 9h, concentração na antiga fábroca da Macaxeira, na Av. Norte

RIO GRANDE DO NORTE (RN)

Natal, domingo (21), às 8h30, concentração no Acesso à Mãe Luiza, na Via Costeira

RIO GRANDE DO SUL (RS)

Porto Alegre, domingo (21), às 10h, concentração no Parque Harmonia

SANTA CATARINA (SC)

Florianópolis, domingo (21), às 9h30, dois pontos de concentração: em frente à ALESC e no estacionamento da Beira Mar de São José

Joinville, domingo (21), às 9h30, concentração na Arena Joinville

Blumenau, domingo (21), às 9h30, concentração na Prefeitura

Rio do Sul, domingo (21), às 13h30, concentração no Parque Municipal

Lages, domingo (21), às 15h, concentração na Praça João Costa – no Centro

 

SÃO PAULO (SP)

Capital, sábado (20), às 14h, com destino à Avenida Paulista, saindo de vários locais: Praça Charles Miller (Estacionamento do Pacaembu), Avenida Vitor Manzini (Largo do Socorro), em frente ao Itaquerão (estacionamento), -Estrada do Sabão, 800 (em frente ao Sacolão Municipal) – Brasilândia

Araçatuba, domingo (21), às 9h30, concentração na Avenida Odorindo Perenha (ao lado do supermercado Rondon, loja 4)

Arujá, sábado (20), às 8h, Rua Serra dos Canudos – Mirante (ao lado da Escola Estadual Geraldo Barbosa de Almeida)

Campinas, sábado (20), às 10h, concentração no Largo do Pará

Ferraz de Vasconcelos, sábado (20), às 9h, Avenida Gov. Jânio Quadros, 2191 (altura do Ethernety Motel)

Itapevi, domingo (21), às 9h, concentração em frente à Apeoesp (Rua Ezequiel Dias Siqueira, 178 – Jardim Rainha)

Itaquaquecetuba, sábado (20), às 8h30, Rodovia Alberto Hinoto (altura da Marfinite)

Jacareí, sábado (20), às 9h30, concentração em frente ao Parque da Cidade

Mogi das Cruzes, sábado (20), às 9h, concentração na Avenida Cívica

Piracicaba, sábado (20), às 9h, concentração no Bolsão do Estacionamento da Estação Paulista

Poá, sábado (20), às 9h30, Avenida Vital Brasil (divisa com Itaquaquecetuba)

Ribeirão Preto, domingo (21), às 9h, concentração em frente à Câmara Municipal

São José dos Campos, sábado (20), às 9h, concentração no estádio Martins Pereira

Santos, domingo (21), às 15h, concentração na Avenida Mário Covas, em frente ao OGMO

Sorocaba, sábado (20), às 10h, concentração em frente à Prefeitura

Suzano, sábado (20), às 10h30, Avenida Brasil (altura do Parque Max Feffer)