Conferência do Labor Notes debate luta contra a Alca nos EUA

Dirigentes, ativistas, organizações sindicais e políticas da esquerda norte-americana estiveram reunidos no final de semana de 12, 13 e 14 de setembro em Detroit, EUA, na conferência do Labor Notes, para debater os rumos do movimento. O Labor Notes é um jornal que aglutina organizações políticas e sindicais da esquerda norte-americana, voltado para movimentos e lutas.

Uma das atividades debatidas no encontro foi a preparação do dia de luta contra a Alca, em Miami, em novembro, quando acontecerá nova reunião da OMC (Organização Mundial do Comércio). O objetivo é realizar um grande ato de protesto com milhares de pessoas nas ruas, segundo organizadores, “que relembre a grande manifestação de Seattle“.

Os cerca de 800 presentes na conferência, representantes de entidades e ativistas de base devem se empenhar na preparação do evento. Além da presença de trabalhadores norte-americanos, a conferência do Labor Notes contou com representações de diversos países, como África do Sul, Brasil, Canadá, França, Índia, México, Colômbia e Venezuela. Temas como a organização dos trabalhadores, a luta dos imigrantes nos EUA e a globalização também foram debatidos.

PROTESTO NA FORD
No sábado, 13, os participantes a conferência do Labor Notes realizaram um ato de protesto em frente a Ford de Detroit pela renovação do contrato coletivo com a empresa, que insiste em não renová-lo, e contra a reuniao da OMC, aproveitando o dia de luta em Cancun, México. O ato reuniu cerca de 350 pessoas.

SITE RELACIONADO

www.labornotes.org