Vera Rosane

Começou a militar aos 15 anos nas comunidades eclesiais de base da Igreja católica, onde ajudou a fundar a pastoral da juventude do meio popular, da qual foi coordenadora interestadual. Liderança comunitária em Viamão, fundou a pastoral negra na mesma cidade.

Começou a militar no PT, sempre com a militância voltada para as questões de organização comunitária e para a questão racial. Mais tarde, ingressou no curso de Ciências Sociais com especialização em Ciência Política. Iniciou, então, sua militância no movimento estudantil da PUC.

Neste período, já era servidora pública e, em 1990, estava atuando na categoria. Em 1995, esteve na direção do sindicato. Trabalhou com formação sindical e com as questões de gênero e raça e participou de diversos congressos.

Vera Rosane é uma das fundadoras do PSTU. No entremeio destas coisas, ajudou a fundar uma ONG chamada Centro Alternativo de Cultura Negra, onde prestou acessoria até começar a militar de fato em 2000, ao entrar para a Coordenação do Fórum Estadual de Entidades Negras, quando este fórum organizou o 1º encontro estadual de mulher negras. Em 2002, coordenou o comitê Afro RS e o comitê Afro Nacional.